Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

NA RETA FINAL DAS ELEIÇÕES, SÓ FALTA CONVOCAREM O PCC

MOVIMENTO ORDEM VIGÍLIA CONTRA A CORRUPÇÃO - MOVCC




Lula mandou escrevermos no “caderninho, anteontem, que sua candidata petista irá ganhar as eleições em São Paulo”. Um dia depois de sua declaração, os paulistanos assistiram ontem a uma triste repetição de um filme que já passou em 2006, na época, protagonizado pelo PCC, quando Geraldo Alckmin estava à frente nas pesquisas para a eleição presidencial.

A baderna de ontem foi insuflada pelos sindicatos lulistas (CUT e Força Sindical), que levaram a guerra armada para as ruas da cidade em socorro a candidata petista, cuja derrota para a prefeitura é mais que certa. Vocês verão abaixo, no vídeo da Globo, um dos carros de som da CUT, de onde o Paulinho da Força Sindical incita os grevistas armados ao confrontamento com as barreiras de proteção e à invasão do Palácio do Governo de São Paulo. Reparem na foto acima, um elemento empunhando a arma.











CONFISSÃO DA CUT NA ARMAÇÃO DO TERRORISMO URBANO EM SP E PORTO ALEGRE

Ações orquestradas nas duas cidades onde o PT está perdendo as eleições - Por Reinaldo Azevedo


Vocês querem ver como essa gente funciona? Abaixo, segue a nota da CUT sobre as ações terroristas de alguns polícias civis, sob o comando da CUT, da Força Sindical, do deputado Paulinho da Força (PDT) e de petistas. Não! Os cutistas não promoveram baderna só em São Paulo. Fizeram-nos também em Porto Alegre, onde o PT também caminha para uma derrota eleitoral. para atingir São Paulo e Rio Grande do Sul

“Ele (o Paulinho) o pronunciou numa manifestação de policiais ocorrida na sexta-feira passada, no vão do MASP. Observem que o próprio deputado toca na questão eleitoral. Com a precisão muito peculiar, ele acusa o governador José Serra, que está no cargo há menos de dois anos, de não dar aumento aos policiais há 14 anos!!! Mas eu os deixarei agora com este Colosso de Rhodes da ética. A idéia de fazer bagunça no Palácio foi dele. E notem que também deixa claro que botaria gente sua, alheia à Polícia, no movimento. Divulguem este post. Ajudem a expor a farsa. A transcrição obedece ao, por assim dizer, raciocínio do valente. Leia o artigo completo 
aqui.




A HORDA ESTÁ TENTANDO ACOAR SÃO PAULO
Para não deixar dúvidas quanto ao alvo, um caixão adornado com uma foto de José Serra e uma frase: "Aqui jaz o ex-futuro presidente". Obviamente que, pelo cálculo dos boçais, o resultado imediato que eles esperam dessa ação terrorista, é que ela reflita imediatamente sobre o índice de aprovação do candidato do DEM, Kassab, e, por tabela, que também respingue no maior opositor de Lula, atualmente: no José Serra.





NAS RUAS DE SÃO PAULO, POLICIAIS EM GREVE E PESQUISADORES

Acendeu o sinal amarelo na campanha do prefeito Gilberto Kassab (DEM), candidato à reeleição. O enfrentamento, hoje, entre policiais civis em greve e policiais militares nas vizinhanças do Palácio dos Bandeirantes pode afetar o humor dos paulistanos justo no período de aplicação de mais uma pesquisa do Instituto Datafolha sobre intenção de voto para prefeito. Pesquisadores do Datafolha estiverem em campo hoje e estarão amanhã perguntando aos paulistanos em quem eles pretendem votar no próximo dia 26.NOBLAT





AS INVASÕES DOS PALÁCIOS: DO PLANALTO E DOS BANDEIRANTES

Veja você, na semana passada ou retrasada, um único homem que tentou invadir o Palácio do Planalto (inclusive ele estava bêbado ou dopado, segundo a própria PF), levou um tiro na perna que, até onde foi divulgado pela imprensa, teria lhe comprometido o membro e estilhaçado os nervos. Nós dias seguintes, após o episódio, o Planalto soltou uma Nota onde aprovou a atitude da Segurança do Palácio, por ter barrado à tiro a grande invasão do “Exército de Brancaleone”.

Na Nota da CUT, de ontem, ela acusa do governador Serra de “autoritarismo”. Ora, o que queria a canalha da CUT/PT, comandando uma horda armada em direção ao Palácio do governador? A Gabriela assistiu a reportagem completa ontem, e viu uma cena em que um Coronel da PM leva um tapa na cara, de um "deles". Se essa escória entra no Palácio, alguém dúvida que um tiro teria endereçamento certo? Por Gaúcho/Gabriela

Obs: Hoje cheguei um pouco atrasada para ajudar no BLOG, mas faço questão de contar que essa cena, a do TAPA no ROSTO do Coronel, a agressão foi cometida por esse elemento que está de costas de camiseta VERDE. A cena foi tão deprimente que a própria polícia CIVIL teve o bom senso de retirar o coronel que estava sendo cercado pelo bando, cuja atitude indica, formado por sindicalistas petralhas. Gabriela

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".