Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Se dermos duas tartarugas para Marta cuidar, uma foge

MOVIMENTO ORDEM VIGÓLIA CONTRA A CORRUPÇÃO - MOVCC
Postado por movcc às 10/15/2008 01:10:00 PM

A exemplo de Lula, que também nunca sabe de nada do que acontece em seu governo, a candidata petista vem exibindo aos paulistanos que sofre do mesmo mal.


Questionada sobre um panfleto psicótico distribuído por sua campanha, que acusa Kassab de querer derrubar o Lula (leia aqui), Marta disse que não também conhecia o conteúdo de seu material de campanha. "Deus me livre, eu não sabia disso não", afirmou Marta, demonstrando surpresa. Usou exatamente da mesma justificativa - desconhecimento - que ela deu sobre o filme preconceituoso contra Kassab, veiculado na TV.

Ou seja: a petista abusou do bom senso, por duas vezes em menos de uma semana, fato que só arreganha seu total descontrole sobre o conteúdo de sua própria campanha - ainda que tal debilidade esteja lhe causando prejuízos enormes perante a opinião pública.

Diante de tamanha incapacidade, que começa na gestão da própria campanha, só resta aos paulistanos concluírem que Marta Suplicy não tem a menor condição de administrar uma cidade como São Paulo.

Josias de Souza, da Folha, também dá uma chamada na petista com relação a esse descontrole. 
Dona Marta precisa assumir o controle da 'birosca'.

Marta anda confundindo o eleitorado paulistano com um curral de ruminantes. A petista, na hora de criar sua campanha, parte da premissa que o eleitor tem baixo nível de compreensão.

Nunca ninguém do partido do Partido dos Democratas (DEM) ou de outros partidos oposicionistas usaram de tamanha baixeza para fazer campanha política. É claro que é hora de comparar o DNA de todo mundo. O político mais bem preparado, mais competente, ele sabe respeitar seu eleitorado, e jamais impor baixarias ou tratá-lo como asno. PorGabriela/Gaúcho


“A ÍNDIA FUI EM FÉRIAS PASSEAR”

Enquanto o babalorixá (como diz o Reinaldo) continua foragido nas terras do Oriente, fingindo não ter controle sobre sua candidata desnorteada, seu chefe de gabinete, Carvalho - braço direito de Lula - está firme em São Paulo, cumprindo aquela máxima: “alguém precisa fazer o serviço sujo”. Carvalho, afirmou à Folha que o PT continuará a mostrar a história do prefeito Gilberto Kassab "em todas as suas dimensões, pessoais e políticas", informa nesta quarta-feira reportagem de Ranier Bragon.

Segundo a reportagem, Carvalho afirma ter considerado "absurda" a repercussão na imprensa sobre o comercial do PT e questiona a declaração de Kassab (DEM) insinuando ligação de Marta com o mensalão, já que ela trabalhou com a mulher de Delúbio Soares (ex-tesoureiro do PT), Mônica Valente. "Isso é que é preconceito. [...] Contra nós vale tudo. E quando ousamos levantar uma pergunta, que é uma pergunta natural, se faz esse escarcéu."


IBOPE: KASSAB LIDERA COM 51%



Kassab tem 12 pontos de vantagem sobre Marta, aponta Ibope
O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), candidato à reeleição, lidera a disputa no segundo turno das eleições com 51% das intenções de voto, informa nesta quarta-feira pesquisa Ibope divulgada pelo jornal "O Estado de S.Paulo". Segundo a pesquisa, a candidata do PT, Marta Suplicy, aparece com 39% das intenções de voto.



FALANGE “MARTISTA” ATACA PAULISTANOS

Marcelo Tas: 'Danilo Gentili foi agredido'

"Danilo Gentili, integrante do "CQC", foi agredido por assessores de Marta Suplicy durante uma caminhada da candidata à prefeitura de São Paulo em Jardim Colombo, região pobre da cidade. Indignado com o que aconteceu, Marcelo Tas, comandante do programa da Band, diz que Gentili voltou da caminhada com dores pelo corpo e que o que houve foi um 'absurdo':

- A gente jamais perde o humor. Ele foi agredido de maneira covarde por assessores diretos de Marta. O pessoal passava a mão na bunda dele. É uma assessoria de uma agressividade inacreditável. Logo ela, que falou tanto de liberação sexual, usar esses métodos....

A equipe do 'CQC' registrou tudo. E vai exibir na semana que vem. No programa desta noite vão ao ar os bastidores do debate da noite passada:

- Nossa intenção não é agir em cima de um clima exaltado. Mas o que houve, violência física , foi inaceitável - lamenta Tas. Leia mais no – O Globo



KASSABISTAS SOFREM ATAQUES HOMOFÓBICOS

Cabos-eleitorais que acompanhavam ontem os eventos de rua de Marta Suplicy (PT) fizeram ataques homofóbicos contra simpatizantes de Gilberto Kassab (DEM). Marta, que não presenciou nenhum deles, afirmou ser contra "grosseria e baixaria". Isso aconteceu em encontro com frentistas no centro e em panfletagem no extremo leste. Marta voltou a defender a revelação do "DNA de Kassab", mas disse não temer associação ao deputado Paulo Pereira da Silva (PDT), investigado por suspeita de corrupção, que estava ao seu lado. Folha de São Paulo



PARABÉNS AO COMITÊ LGBT. ACORDOU EM TEMPO

SP: gays retiram apoio a Marta após comentários

Marta Suplicy (PT) perdeu seu Comitê de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais (LGBT). O grupo desistiu de continuar na campanha como forma de protesto pelos comentários no programa de TV da petista sobre a vida íntima de seu adversário, o prefeito Gilberto Kassab (DEM). Ontem, o democrata reagiu com bom humor às perguntas da platéia de um debate que indagavam sobre a suspeita de que ele seria homossexual. "Não, não sou", retrucou. A sabatina foi promovida pelo jornal Folha de São Paulo. Sorrindo, o candidato concluiu a resposta: "agora está cheio de mulher querendo casar comigo". Apesar da descontração, Kassab foi duro ao criticar a propaganda da petista e atribuiu seus ataques ao "desespero" e ao medo de perder as eleições. "Foi uma falta de respeito. Uma insinuação maldosa. Lamento com muita ênfase o nível que ela tentou imprimir neste segundo turno". 
Portal Terra



SURPRESA? NÃO. ASCO? SIM - Por Clóvis Rossi da Folha de São Paulo

Não dá para dizer que me surpreende a campanha que Marta Suplicy lançou contra Gilberto Kassab. .Afinal, quando ela recomendou às vítimas do apagão aéreo no ano passado que relaxassem e gozassem, escrevi aqui mesmo que sua frase era parente muito próxima do "estupra, mas não mata", de Paulo Maluf. Uma e outra revelam uma cultura de profundo desprezo pelas vítimas, quaisquer que sejam os eventos que as causam.

Quem mostra dessa maneira asquerosa a sua pior face reincide fatalmente. Marta reincidiu agora. Ajuda-memória: quando Eduardo Suplicy suspendeu uma de suas campanhas para procurar o eixo, Paulo Maluf insinuou para quem quisesse ouvir que a culpa era do comportamento conjugal de Marta, então casada com Suplicy.

A candidata do PT repete agora o mesmo tipo de insinuação.

Surpreende, sim, que não haja a mesma veemência no repúdio, principalmente no próprio PT e na intelectualidade que se acha progressista e é ligada ao partido.

O presidente da República, por exemplo, preferiu dizer que não vira os ataques e que, portanto, não poderia comentá-los, durante entrevista coletiva em Toledo, Espanha. Duvido que não tivesse sido informado, mas sou forçado a lhe dar o benefício da dúvida.

Aqui, mais um ajuda-memória: na campanha presidencial de 1989, Fernando Collor usou o mesmo asqueroso método de Marta ao puxar o tema de Lurian, filha de seu adversário Lula. Derrubou animicamente Lula para o debate seguinte entre eles, e há gente muito próxima do hoje presidente que atribui a derrota a esse golpe vil.

Em qualquer circunstância, pessoas honestas têm a obrigação de repudiar vilezas. Lula, vítima de uma delas, não tem o direito de escudar-se na lealdade partidária para calar. Lealdade, nesse caso, é só com a ética.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".