Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

domingo, 12 de outubro de 2008

A vida secreta dos casais felizes

MATCH.COM

Todos conhecemos um casal assim: depois de anos juntos eles ainda passeam de mãos dadas, riem juntos, se dão maravilhosamente bem, e se divertem o tempo todo!! Essas almas gêmeas se encontraram sozinhas nesse mundo tão grande, ou essas coisas são parte de uma estratégia para que o romance não acabe nunca? 

Para manter a magia do amor, os casais felizes sabem que devem: Começar de uma base sólida. Lembra aquele melhor amigo que você teve quando era pequeno? Vocês sempre se divertiam sozinhos não importa qual fosse a brincadeira. Os casais felizes compartilham essa mesma sensação, porém no mundo dos adultos. 

Deixando o romantismo de lado, esses casais disfrutam mutuamente de suas personalidades e de caminhar pela estrada da vida lado a lado. Mantenha a frescura. A rotina e as tradições oferecem a esses casais uma confirmação reconfortante, mas as surpresas e aventuras também são essenciais para manter a chama acessa. Esses casais disfrutam planejando escapadas românticas, economizando para umas férias sonhadas ou lançando-se em projetos divertidos e ambiciosos conjuntamente. Ter eventos excitantes na agenda, ajuda a reafirmar seus laços e revitaliza o romance. 

Purifique sempre o ambiente. É perfeitamente normal que alguns casais encontrem frustrações, decepções e falta de comunicação de vez em quando. Mas se as queixas passam sem que sejam discutidas, elas podem se acumular até colocar em risco a relação. Casais felizes sempre mantém um diálogo aberto e conversam sobre os pontos “escuros” com honestidade e respeito mútuo. Se algum tema surge, nada será impossível de resolver, inclusive podem pedir a ajuda de um terapeuta de casais. Tenha vida própria. 

Uma relacionamento saudável, consiste em dois indivíduos que ambos têm um elevado senso próprio e se interessam um pelo outro. Um pode decidir voltar a estudar, enquanto o outro pode estar envolvido num projeto de voluntariado ou num curso de fotografia. Coloque os pontos nos "i"s. Uma vez ao mês é bom sentar e conversar para manter a saúde da relação. 

Casais saudáveis normalmente têm uma agenda para conversar sobre a relação, o que poderia melhorar, seus planos futuros como casal entre outras coisas.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".