Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O que define se uma mulher tem condições “psicológicas”, ou não, para ter um filho?

 

IPCO

A pergunta, que por si só já é um absurdo, não lhe parece um tanto quanto subjetiva?

Pois é.

Mas o governo brasileiro pretende implementar uma lei que deixará a cargo de médicos ou psicólogos autorizar o aborto em mulheres que digam não ter condições psicológicas
para manter a gravidez.

Veja aqui outras leis absurdas que constam no Anteprojeto do Novo Código Penal

Por isso resolvi escrever-lhe esta mensagem. Precisamos nos unir em prol da vida.

Não podemos, em hipótese alguma, permitir que uma vida inocente e indefesa seja sacrificada
por conta de discutível falta de condições “psicológicas" da mãe.

Infelizmente, sabemos que todas as atividades contam com bons e maus profissionais e que,
portanto, não será difícil, para aqueles que querem praticar o aborto, conseguir atestados
de médicos ou psicólogos
.

Afinal, todos sabemos que já existem médicos que realizam abortos ilegais. Quanto mais fácil não será conseguir um atestado que torne lícita essa prática?

Isso não lhe parece apenas uma desculpa para criar-se uma cultura da morte no Brasil?

Assista

Certamente você, assim como eu, defensor proeminente da vida, não concorda com isso.

Portanto, precisamos agir o mais rápido possível para que esse atentado à vida não seja consumado.

Assista agora ao vídeo “Diga Não à Cultura da Morte” e, depois, assine a Petição contra o anteprojeto do Novo Código Penal.

O vídeo lhe ajudará a entender mais o anteprojeto do Novo Código. E assinando a petição, mostraremos que nós, defensores da vida, não vamos ficar de braços cruzados.

A Petição será enviada ao Presidente do Congresso Nacional, solicitando que esse projeto de Código
seja revisto.

Mas não é só isso. Esse projeto de código também autoriza o aborto caso esse coloque em risco a
“saúde” da mãe.

Veja bem. Não estamos falando de risco à vida, mas sim risco à “saúde”. Isso constitui uma ampliação enorme dos casos em que o aborto passa a ser autorizado no Brasil.

Veja agora outras medidas do Anteprojeto

Outra absurda subjetividade, que abrirá uma série de prerrogativas para que abortos sejam cometidos.

Esses já não são motivos mais do que suficientes para acreditar que muitas vidas serão sacrificadas se este Código for aprovado?

Portanto, reforço meu pedido: assista ao vídeo e assine a Petição.

Por fim, peço também que você espalhe esse vídeo a todos os seus contatos, solicitando a
todos que também assinem a Petição.

Atenciosamente,

Mario Navarro da Costa
Diretor de Campanhas do
Instituto Plinio Corrêa de Oliveira
www.ipco.org.br

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".