Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Igreja norte-americana comete erro político gravíssimo: suspende padre que negou comunhão a uma lésbica

 

LUCIANO AYAN

 

Fonte: Paulopes

A Arquidiocese de Washington, no Distrito de Columbia (EUA), suspendeu o padre Marcel Guarnizo (foto) por ter negado a comunhão a uma lésbica durante o funeral de sua mãe, ao final de fevereiro.

Barbara Johnson, 51, disse ao Washington Post: “Ele [o padre] falou que não poderia me dar a comunhão porque eu vivia com uma mulher, o que, aos olhos da igreja, é pecado”.

Comunicado da arquidiocese afirma que o padre foi afastado de suas atividades por apresentar “comportamento de bullying incompatível com o seu ministério sacerdotal”.

A atitude do padre dividiu os católicos. Uns acharam que ele apenas estava colocando em prática o que a igreja prega, e outros afirmaram que se tratou de um exagero.

Após o constrangimento, Johnson disse que Guarnizo teria de prestar contas de seu comportamento no Juízo Final. Afirmou, também, que ia fazer de tudo para impedir que ele voltasse a ter contato com fiéis.

Pelo comunicado, contudo, o afastamento do padre é temporário, pelo tempo suficiente “para resolver a questão adequadamente”.

Meus comentários

O pessoal da Arquidiocese de Washington perdeu definitivamente o juízo.

E estrategicamente cometeram um erro que terá consequências graves. Explico melhor: em termos corporativos, se algum rival político (*) diz que você não fez algo que ele ACHA que você deveria fazer, mas você de fato NÃO DEVERIA fazer, e mesmo assim você aceita, está abrindo brechas para ser desrespeitado em largas quantidades.

Aliás, se fizer isso continuamente, é melhor procurar outro emprego, pois ninguém vai te respeitar mais. E, se tiver cometido tal erro estratégico, não merece ser respeitado mesmo.

Que mensagem a Arquidiocese de Washington esta passando aos seus adversários? Simples. Eles estão dizendo que dentro das suas igrejas pode tudo. Quem sabe, no futuro, um gay poderá entrar lá e começar a transar com seu companheiro na frente de todos, e AI do padre que tentar intervir. Quem sabe algum deles poderia tentar até EJACULAR na cara do padre.

Estou exagerando? Não. Veja o que ocorre corporativamente com quem abre as pernas indevidamente.

E ainda eles tem a cara de pau de dizer que o padre punido teve “comportamento de bullying incompatível com o seu ministério sacerdotal”. Nada disso. Ele apenas cumpriu a sua doutrina.

Bullying na verdade vai ser aquele sofrido pelos cristãos norte-americanos, POR CONIVÊNCIA de gente como os líderes da Arquidiocese de Washington.

Ingenuidade tem limites.

(*) Exceção é aberta no caso desta pessoa ser teu chefe. Mas aí raramente falamos de um rival político, e nesse caso é sempre melhor procurar outro emprego.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".