Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

DNC Almighty Nightmare In Charlotte: Now Dems Put God And Jerusalem Language Back Into The Platform

 

CBN

Now an update to the story that The Brody File first broke across the country: God is back.
This has become a disaster for the Democrats and a boon to the Romney campaign. The DNC has now added God back into their platform language after originally taking it out. They have also added language back in that says Jerusalem is the capital of Israel. When they tried to change the language on the convention floor, there were boos! Oy-gevalt.

Despite the corrections by the Democrats, the Romney campaign can now argue that the Democrats don't know what they believe on two very important topics. They can also argue that the Democrats only did this because of the pushback. That’s true. The Brody File first pointed it out and the media followed, making this a story that the DNC wants to make go away. The problem is it’s not going away. Expect the Romney campaign to push this until Election Day. These last second changes really just make the issue worse and make the Democrat Party look bad.

In a way it’s unfortunate for the party because speakers at the DNC have been talking about God from the stage and there have been plenty of faith-filled events down here in Charlotte. But party officials should have known this would get scrutinized. The issue is either political malpractice or something far worse.

Here is video of the adoption of the new language. Listen to the boos.


Here’s more info from Associated Press:

Democrats have changed their convention platform to add a mention of God and declare that Jerusalem is the capital of Israel.

The move came after criticism from Republicans.

Many in the audience booed after the convention chairman, Los Angeles Mayor Antonio Villaraigosa, ruled that the amendments had been approved despite the fact that a large group of delegates objected.

He called for a vote three times before ruling.

The party reinstated language from the 2008 platform that said "we need a government that stands up for the hopes, values and interests of working people and gives everyone willing to work hard the chance to make the most of their God-given potential."

The platform also now includes what advisers said was Obama's personal views on Jerusalem.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".