Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Mulher de 33 anos poupada da prisão porque confessou o crime... no tribunal.

MARXISMO CULTURAL
Domingo, 18 de Dezembro de 2011


Uma mãe de duas crianças que mentiu a um rapaz de 14 anos e disse ser uma enfermeira como forma de atrair o jovem para cenas de sexo através da internet, escapou da prisão.

Claire Marquis, 33 anos, 'conheceu' o adolescente através das redes de jogos da PlayStation e da Xbox e foi aí que o seduziu virtualmente.

O tribunal de Chelmsford Crown ficou a saber que, depois de ambos se terem conhecido, trocaram números de telefone e passaram a enviar imagens explícitas um ao outro. Marquis também encorajou o rapaz para levar a cabo actos sexuais online.

Foi dito ao tribunal que Marquis chegou a sugerir um encontro sexual num hotel mas o mesmo nunca chegou a ocorrer. As suas acções duraram cerca de 18 meses (ano e meio) e só vieram a lume quando o marido dela descobriu o que ela fazia, e informou a polícia e o jovem das mentiras dela.
Portanto, se ele não tivesse sido apanhada, provavelmente ainda continuaria com o caso.

Quando as mentiras da Marquis foram reveladas, o adolescente inocente já se tinha apaixonado por ela; quando este descobriu a verdade, ficou totalmente devastado.

Marquis - qualificada de "sinistra" pelo juiz - escapou da prisão ao confessar-se como culpada de 5 ofensas. Paralelamente, foi-lhe dada uma pena suspensa de 12 meses, uma ordem de intervenção, 200 horas de serviço comunitário e presença da lista dos infractores sexuais durante 10 anos.

Ela havia previamente admitido duas acusações de incitação de uma criança para cometer actos sexuais, duas acusações em torno incitar uma criança a observar actos sexuais e a posse de imagens indecentes de crianças (pornografia infantil).

O juiz Christopher Ball QC, disse:
As ofensas que você admitiu, que ocorreram durante um considerável período de tempo, possuem elementos que são sexuais e cruéis.Você chegou conscientemente a este relacionamento através da internet com um jovem rapaz e conduziu-o a um caminho emocional que o deixou triste e angustiado.
Você é uma mulher madura, estava em controle e tinha o poder para parar a qualquer momento.
Foi um esquema sonhado de modo a dar-lhe um certo nível de excitação quando a sua vida se tornou monótona.
Muito mau, certo? De certeza que o juiz lhe vai dar uma pena ajustada!
Daí, talvez não.....
Mas você teve o bom senso de não interagir com ele directamente e teve o bom senso de se confessar como culpada.
Portanto, como ela não teve qualquer tipo de relacionamento físico com o jovem, e como confessou os vários crimes, então ela não merece ir para a prisão.

Viremos as coisas ao contrário e pensemos assim: um homem que alicia uma menina de 14 anos, enviando-lhe imagens sexuais, e pedindo que ela o envie o mesmo, merece ir para a cadeia?
Vocês sabem a resposta.

Este é o tipo de igualdade que as feministas tem em mente: tratamento preferencial sempre que possível e igualdade quando lhes convém.
. . . . .
Vejam também este texto do Doutrinador onde se fica a saber que é possível matar uma pessoa e não ir presa - desde que se seja uma mulher.

Isto é o que as feministas chamam de "Igualdade"

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".