Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Ucrânia prepara Nuremberg internacional para julgar crimes do comunismo

Fonte: FLAGELO RUSSO
domingo, 24 de janeiro de 2010



O Tribunal de Apelo de Kiev, Ucrânia, emitiu sentença favorável à abertura de um processo para julgar os líderes do regime totalitário soviético.


Vítimas da grande fome, Ucrânia 1933



O Tribunal entendeu haver matéria para inculpá-los de genocídio durante os anos 1932-33 e deu início à instalação de um Tribunal Internacional que julgue os crimes do comunismo nessa extensa nação da Europa do Leste.


O novo tribunal vai se guiar pela Carta do Tribunal Militar Internacional de Nuremberg (IMT, sigla em inglês) de 1946 que julgou os crimes do nazismo após o fim da II Guerra Mundial.


Ucrania, Berezhany, igreja em ruiías


A nova Nuremberg agirá também no respeito à Convenção para Prevenção e Castigo do Crime de Genocídio de 1948, à Convenção da Não-Aplicabilidade dos Limites Estatutários aos Crimes de Guerra e Crimes contra a Humanidade de 1968, à lei ucraniana sobre o Holodomor (genocídio de 1932-1933), ao artigo 442 do Código Penal ucraniano. A notícia foi fornecida pelo serviço de imprensa da presidência da Ucrânia.


O presidente ucraniano pretende contatar os chefes de Estado dos países do Leste Europeu vitimados pela ditadura socialista, como a Rússia, a Polônia, a Geórgia, e os países bálticos entre outros. A intenção é assinar um tratado internacional para instituir um tribunal mais amplo que julgue os crimes do comunismo nesses países.


Obviamente os atuais líderes russos ‒ herdeiros da velha ditadura soviética ‒ não pretendem atender a proposta e tudo farão para impedir a constituição desse tribunal.


Aliás, diante da iniciativa ucraniana, os herdeiros russos da KGB ficaram ainda mais necessitados de impor um candidato pró-russo nas eleições presidenciais ucranianas, para escapulir de eventual julgamento.


Vítima da reforma agrária, Ucrânia 1935




Entrementes, é possível que alguns dos outros países que sofreram tanto sob a bota soviética e hoje sentem rugir a ameaça do Kremlin, como os bálticos e a Polônia, decidam aceitar.


Essa hipótese interessa ao Brasil, pois poderiam ser levados a esse tribunal responsáveis por crimes comunistas praticados, por exemplo, na América Latina.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".