Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

sábado, 21 de julho de 2012

O que é e o que quer a militância homossexual

 

2 comentários:

DEXTRA disse...

O que a grande mídia esquerdista e corrupta não vai dizer sobre o massacre do cinema em Aurora, no Colorado

Anônimo disse...

SOCIALISMO/COMUNISMO = TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO/MARXISMO CULTURAL = DITADURA DO RELATIVISMO = uniões gays, feminismo, aborto...
O socialismo/comunismo por meio de seus candidatos e partidos anexos, como o PT, PSOL, PC do B, etc., gerou a teologia da libertação/marxismo cultural que uma heresia com vínculos também com o protestantismo e maçonaria para minar a Igreja Católica Tradicional e a democracia por meio dos mesmos partidos socialistas/comunistas; os pressupostos se baseiam em experiência anterior de o comunismo se impor pela violência e não obter bons resultados.
Trata-se de nova tática subversiva agindo na mídia, camuflados nas redes sociais, utilizando sofisticadas técnicas de distorção de fatos pró socialismo/comunismo, comprando-a para se propagar e infiltrando agentes da Internacional Socialista, situação desde Stálin – há mais sociedades secretas no processo de tentar implodir a Igreja, como a maçonaria, ou apóstatas, passando-se por sacerdotes e até bispos - os membros da TL apostasiam-se - como os ex freis Boff, Betto, Susin, Pe Libânio, e os sutis, como Pe Fabio de Melo - apologista de "evolução dogmática", "cristificação"; veja-o no Natal 2011 Globo, e mais relativistas correlatos. etc., distorcendo-lhe a doutrina, dando conotação socializante, negando-lhe a transcendência, frustrando a perspectiva de futura vida etc., embora pareça ser religiosa, é imanente.
Note-se que no doutrinamentos essa heresia usa os mesmos termos eclesiais, apenas subvertendo-os, ideologizando-lhes o sentido, com poucas diferenças, facilitando a infiltração da ideolgia em quem não souber do sofisma para camuflar a verdadeira intenção: subverter a pessoa por falsa doutrina. Aliás, A Editora Paulus além de o folheto "O Domingo", em "Os caminhos de Existencia", confira o de n° 14, por ex., TL explícita, possui a socializada "BIBLIA. EDIÇÃO PASTORAL", versões de Ivo Storniolo e Euclides Balancin. As contraposições irrefutáveis são do eminente teólogo D. Estêvão Bettencourt.
Um dos pilares de revolta contra a Igreja é por nos propor não participar do ateísmo comunista, mundanismo, relativismo doutrinário e orgias do pansexualismo e por acusar de heréticos e satânicos as ações de seguidores de teorias e práticas marxistas.
Idem, por a Igreja os acusar de desfamiliarizarem a sociedade, aliená-la, atiçarem a cobiça e a inveja em lutas de classes, a violência e favorável às mazelas morais – BBBs da vida, uniões gays, feminismo, aborto, eutanásia, indistinção sexual, pedofilia, seitas, etc., pois uma sociedade amoralizada e desagregada e agredindo-se mutuamente facilitará a implantação da Nova Era - NWO/SHA e seus anexos, um supermercado de religiões ocultistas - idem pertencente às seitas secretas e materialistas, e assim facilitar a implantação de um Estado totalitarista, materialista, opressor e ateu.
O próximo passo seria o controle pessoal pelo microchip, previsão de instalação inicial para breve nos EUA.
O S/C - TL/MC são condenados por todos os S Padres unanimente sob todas as formas e modelos, com exclusão automática a católicos que se filiarem, colaborarem sob qualquer forma ou pretexto, inclusive votar em candidatos e partidos SOCIALISTAS/COMUNISTAS e aliados - piores ainda os possuidores de militância ativa - apostasia.
Aliás, em sua ida à Alemanha, cidade de Erfurt, O S Padre Bento XVI classificou o Socialismo-Comunismo e Nazismo de "chuvas ácidas" e ao Socialismo-Comunismo de "peste vermelha" e ao Nazismo de "peste negra". O S Padre Leão XIII, por ex., sentenciou: "os comunistas, socialistas e niilistas são uma peste mortal que se introduz como a serpente por entre as articulações mais íntimas dos membros da sociedade humana, e a coloca num perigo extremo".(Encicl. Quod Apostolici Muneris).
Apoiar, viver o acima é incluir-se desde já na agenda de Satanás para a eternidade.

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".