Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Ateus dominam a Internet OU Vídeo educativo para que os cristãos mostrem a OUTROS CRISTÃOS o que o ato de conivência com o adversário está gerando

 

LUCIANO AYAN

Que o vídeo acima sirva de alerta aos cristãos (e tenho feito esse alerta) e sirva para mostrar que estão diante de um adversário que joga sujo.

Como não sou religioso, minha resposta ao argumento do neo ateu acima é totalmente diferente do que ele espera. Na verdade, os neo ateus realmente dominam a Internet pois em termos acadêmicos foram DOUTRINADOS em esquerda, e são treinados para saírem militando não só nas redes sociais, como também na mídia e indústria cultural. Pessoas da direita (que tem maior chance de serem religiosos tradicionais, ao invés de religiosos políticos, como os neo ateus) ainda não estão tão focados em militar, pois não foram doutrinados para isso.

Ou seja, o fato de que “ateus dominam a Internet” não tem nada a ver com a “qualidade” de crenças, pois isso é um argumento até infantil. É como dizer que um filme é mais popular por que ele é “melhor”. Ah, tá, se fosse assim a série “Crepúsculo” seria melhor que o filme “Drive”, “Harry Potter” seria melhor que os filmes de Lars Von Trier, e daí por diante.

Aliás, o vídeo da Luísa que “veio do Canadá” teve muito mais hits do que qualquer vídeo neo ateu. Isso significa que os melhores argumentos estão no vídeo da Luísa? Fala sério…

Portanto, só por tentar um argumento tão ruim como “se estamos ofendendo mais, e aparecendo em maior número, é por que os argumentos são melhores” já vemos que eles não durariam em guerra intelectual. O que ele comete acima é basicamente um ad populum misturado com uma megalomania doentia de alguém que fugiu da realidade.

Para reverter isso, como já disse, basta entender que a guerra cultural ocorre nas universidades, em primeiro lugar, e que é preciso entender o valor da militância, pois se depender de decência dos esquerdistas, é melhor esperar sentado, pois isso jamais vai ocorrer.

O neo ateu do vídeo admite que joga sujo, e ele se ORGULHA disso. E a coisa vai piorar ainda mais se não existir uma reação.

A utilidade do vídeo é servir como um vídeo educativo para que os cristãos mostrem a OUTROS CRISTÃOS o que o ato de conivência com o adversário está gerando.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".