Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Bento XVI nomeia prelado alemão como novo Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé

 

ACI DIGITAL

Dom Gerhard Muller

VATICANO, 02 Jul. 12 / 11:22 am (ACI).- Nesta segunda-feira, 2 de julho, Bento XVI nomeou o bispo de Regensburg (Ratisbona), na Alemanha, Dom Gerhard Ludwig Müller, de 64 anos, como novo prefeito para a Congregação para a Doutrina da Fé, aceitando também o pedido de renúncia apresentado há um ano pelo atual prefeito da Congregação, o Cardeal William Joseph Levada, após atingir o limite de idade de 75 anos estabelecido pelo código de direito canônico.

O bispo será elevado à dignidade de Arcebispo e além do cargo de Prefeito da Congregação será Presidente da Pontifícia Comissão “Ecclesia Dei” (que estuda o caso dos Lefebvristas e o processo de uma possível reconciliação destas comunidades com Roma), da Pontifícia Comissão Bíblica e da Comissão Teológica Internacional, informou em nota a Rádio Vaticano.

O Cardeal Joseph Levada, então arcebispo de San Francisco nos Estados Unidos, ocupou a direção da Congregação para a Doutrina da Fé por um período de 7 anos, desde que seu predecessor, Joseph Ratzinger, foi eleito Papa após 24 anos à frente do dicasterio.

Dom Gerhard Ludwig Müller foi o prelado responsável pela visita de Bento XVI a Ratisbona em 2006 e a Berlim, Friburgo e outras localidade da Alemanha, em setembro do ano passado.
A agência Ecclesia do episcopado português recorda que o novo prefeito era bispo de Ratisbona desde 2002.

Segundo recorda a agência portuguesa, a Constituição Apostólica ‘Pastor bonus’, de João Paulo II, define que a Congregação para a Doutrina da Fé deve “promover e tutelar a doutrina sobre a fé e os costumes em todo o mundo católico”.

Já a comissão ‘Ecclesia Dei’ instituída pelo Beato João Paulo II em 1988 com a tarefa de “facilitar a plena comunhão eclesial” com todos os que se encontram ligados à associação fundada pelo falecido arcebispo Marcel Lefèbvre, conhecida como Fraternidade Sacerdotal São Pio X. O diálogo entre a Santa Sé e os membros desta comunidade tem sido constante nos últimos meses em que a Santa Sé entregou aos membros da FSSPX um preâmbulo doutrinal estipulando condições mínimas para que entrem em comunhão com a Sé Apostólica, oferecendo também a oportunidade de que a Sociedade se converta em uma Prelatura Pessoal. Até agora não houve uma resposta oficial da Fraternidade, mas fontes indicam que a proposta teria sido rejeitada pelas autoridades do grupo com sede na Suíça.

Bento XVI atualizou a estrutura da mencionada comissão, em 2009, após a levantar a excomunhão (em 21 de janeiro de 2009) dos quatro bisposconsagrados por monsenhor Lefèbvre: o suíço Bernard Fellay (atual superior da FSSPX), o francês Bernard Tissier de Mallerais, o espanhol Alfonso de Galarreta e o inglês Richard Williamson.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".