Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Anderson Silva agradece a Deus por vitória na última luta do UFC. Será que os “machos” do YouTube, aqueles que estão criticando o candidato cristão Ricardo Gama por ter dito que acredita em Deus, têm coragem de criticar o campeão aí…

 

VERDADE GOSPEL

10/07/12 - 11:58

 

Após a luta, Anderson Silva, junto com um dos filhos e um sobrinho, agradecendo pela vitória

Após conquistar a vitória mais esperada pelos fãs de UFC, o lutador Anderson Silva postou uma foto em seu Twitter fazendo oração agradecendo o título.

Apesar de não falar abertamente de sua religião, assim como Jon Jones e Vitor Belfort, assumidamente evangélicos, Anderson por muitas vezes faz demonstração de fé.

Em seu Twitter ele postou para os mais de dois milhões de seguidores a seguinte frase: “Família e fé sempre” e “Nada mais importante do que ver meus filhos tendo um referencial. Seja você também no seu dia a dia um referencial”, acompanhados de links para imagens suas no octógono.

Entre outras manifestações de fé de Anderson, há um vídeo gravado no início do ano onde ele aparece fazendo uma oração em prol de lutadores como Erick Silva e outros membros do X-Gym/Team Nogueira.

A vitória

No combate do último sábado (7), considerado a ‘luta do ano’, Anderson Silva justificou o título de melhor lutador de MMA da história, vencendo o americano Chael Sonnen em um nocaute incrível no início do segundo round.

Após receber várias provocações e insultos de Sonnen, que declarou em entrevistas seu desafeto ao adversário brasileiro, Anderson terminou sua noite com classe dizendo que o UFC é um esporte e que não tem nada contra o americano. Anderson chegou até a convidar o oponente para um churrasco em sua casa, respondendo com um certo sarcasmo as ofensas recebidas por mais de seis meses.

Anderson Silva era a grande atração do card principal da noite e foi recepcionado por milhares de barulhentos brasileiros que aplaudiram muito o campeão dos médios na entrada no octógono.

O campeão manteve o cinturão de campeão dos pesos-médios, e por esse feito ganhou cerca de R$ 152 mil como bônus.

Deixe o seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: The Christian Post

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".