Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Militância anticristã avança declara guerra no Brasil.

 

SENTINELA CATÓLICO

Postado em May 10, 2012 por Sentinela Católico

Parece que a face mais sinistra e perversa da ala radical e fascista, tanto do movimento gay quanto dos ateístas militantes, finalmente é revelada. Uma plêiade de acusações, mentiras e incitação ao vandalismo que testemunhamos nestes últimos dias demonstram que cada vez mais nos aproximamos de um contexto semelhante ao que os primeiros cristãos viviam no tempo da grande perseguição romana, onde ser cristão era considerado um crime de Lesa Majestade. Não se surpreendam se nos próximos 50 ou 60 anos a prática do cristianismo autêntico e católico seja proibida em todo o ocidente, sendo substituída por uma prática sincrética, onde todos os credos deveram professar apenas o que a ONU e organismos globalistas lhes disser.

Os dois vídeos e um trecho do manifesto da III Marcha Nacional Contra Homofobia, agendada para o dia 16/05/2012 as 09h00 em frente a Catedral Metropolitana de Brasília, mostra claramente que estamos aqui enfrentando pessoas que além de serem perigosas para a ordem pública, creem piamente que o tempo do cristianismo autênticos chegou ao fim.

Ateu militante prega a segregação religiosa os moldes do mundo islâmico

Apresentador de programa da MTV incita vandalismo contra igrejas cristãs.

 


“Primeiro, foi o veto ao material didático-pedagógico do projeto Escola sem Homofobia(os famigerados kit-gays). Um projeto do próprio Ministério da Educação que foi sumariamente descartado por pressão dos fundamentalistas religiosos que têm mandato parlamentar no Congresso Nacional.

Depois veio a indiferença da presidenta Dilma com a realização da II Conferência Nacional LGBT. A presidenta perdeu uma oportunidade para reafirmar seu compromisso com a cidadania LGBT. Foi alvo de protestos na abertura.

Esse clima de retrocessos chegou ao ápice quando houve veto direto do Palácio do Planalto às peças publicitárias produzidas pelo Ministério da Saúde direcionadas a jovens gays e trans, na campanha de prevenção de aids no Carnaval.
Um moralismo tacanho censurou filmetes que mostravam afetividade entre pessoas do mesmo sexo. Nunca antes houvera intervenção direta do Palácio do Planalto nas ações do Programa de Aids do Brasil, elogiado do mundo inteiro, entre outros fatores, por seu compromisso com os direitos humanos.”

fonte: “http://www.inclusive.org.br/?p=22404


Assim como Adolf Hitler e seus sectários, os ativistas dos movimentos anticristãos esforçam-se para garantir a supremacia do que eles chamam de “razão ante o obscurantismo” ou “liberdade ante o preconceito”. Mudam-se os motes mas o principio continua o mesmo: Destruição dos valores milenares e a implantação de uma nova ordem civilizacional absolutamente caótica.

A partir de agora, a guerra cultural tomará um novo rumo. Efetivamente entraremos em mais uma era de terror e medo para os cristãos, cujo crime será o de lutar pela perpetuação da vida através da família, ordem pública e pelo direito de expressão de seus valore morais e sociais. Em pouco tempo, professar o Evangelho conforme a Igreja nos orienta desde os primórdios do cristianismo será crime, quem sabe até punido com a morte ou com o pagamento de altos impostos, como hoje acontece nos países declaradamente socialistas e muçulmanos. São as portas do inferno que se abrem e tentam mais uma grande ofensiva contra a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo. Devemos crer, queridos leitores, que estes irão vir com toda fúria e todo ódio que é característico do demônio e daqueles a quem ele serve. Entretanto, somos agraciados com a proteção do Cristo Jesus, Deus Vivo e Ressurreto, que prometeu que estas mesmas portas infernais não iriam prevalecer contra a Santa Igreja (Mt 16,18).

Levantemo-nos pois e coloquemo-nos em ordem de batalha, para enfrentar o mal que se avizinha. Convoco a todos para que rezarem o Santo Terço todos os dias, como nos pede Nossa Senhora em Fátima. Rezemos pela reparação dos pecados e pelo fortalecimento dos homens que de alguma maneira possam frear o avanço das linhas inimigas. Não precisamos de violência nem de agressão, como os adeptos das ideologias revolucionárias tanto apreciam. Temos o Sangue de Cristo e a Santa Cruz estampadas em nosso peito e em nossa alma. Estejamos preparados não para matar, mas para morrer se preciso for.

Deus lo Vout!

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".