Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Deputado Jean Wyllys fica bravo com discurso do Papa Bento XVI

BLOGONICVS
TERÇA-FEIRA, 10 DE JANEIRO DE 2012

CT: informo ao deputado, já que ele concorda que a pedofilia é algo medonho, que o LUIZ MOTT, o "decano" do movimento gay, é um defensor da pedofilia, segundo o CORONEL da polícia militar do Estado de São Paulo e ex-deputado federal, PAES DE LIRA. Ouçam abaixo.

Deputado, o que o senhor vai fazer a respeito?




Casamento gay: Jean Wyllys associa Bento XVI ao nazismo e o chama de genocida



Um dos principais defensores da causa LGBT na Câmara, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) não gostou das declarações do Papa Bento XVI. O pontífice da Igreja Católica disse que o casamento gay é uma ameaça e coloca em xeque "o próprio futuro da humanidade".

Nazismo e pedofilia

Indignado, Wyllys abriu fogo contra Bento XVI e relembrou as máculas do pontífice. "O papa suspeito e acusado de ser simpático ao nazismo disse que o casamento civil igualitário é uma ameaça à humanidade.
Ameaça ao futuro da humanidade são o fascismo, as guerras religiosas, a pedofilia e os abusos sexuais praticados por membros da Igreja e acobertados por ele mesmo", atacou o parlamentar.

Genocida

O deputado foi ainda mais longe e chegou a classificar Bento XVI como "genocida em potencial". "Espero que os estados laicos do Ocidente não cedam à pressão desse genocida em potencial"

Fonte: Jornal do Brasil.

***

Ui! Parece que o deputado - que é simpatizante de Che Guevara, esse sim um criminoso de fato - subiu nas tamancas.

Nobre deputado, precisamos ser mais tolerantes com a opinião alheia! Precisamos parar de viver nesse mundo medieval onde a ideia de alguns poucos - os homossexuais não correspondem nem a 10% da população brasileira - é imposta tiranicamente sobre toda uma sociedade. Precisamos superar essa mentalidade oligárquica da opinião. Democracia, deputado!

E não falte com a verdade, por favor! Diga, no mesmo plenário onde caluniou o pontífice, que os casos de pedofilia no clero são uma minoria quando comparados com casos de pedofilia entre membros da própria família. Afirme, pois é verdade, que mais de 90% dos casos de abusos sexuais envolvendo padres católicos, envolviam padres católicos homossexuais. Sim, nobre deputado, faltou essa parcela da informação. Os mesmos homossexuais que Vossa Excelência diz representar são responsáveis por 90% dos abusos (entre os clérigos que abusaram de crianças).

Vossa excelência, que pertence a um partido de esquerda, deveria ser coerente historicamente. Nenhum outro regime matou mais homossexuais que o regime vermelho que o senhor apóia! Rússia, China e Cuba - a de Castro e Che - mandaram tantos gays para o "paredon" que isso sim poderia ser classificado como genocídio.

O Papa apenas afirmou o que a ciência já constatou: dois machos ou duas fêmeas são incapazes de produzir vida. Discorda, excelência? Por favor, usemos de argumentos científicos e não aqueles baseados na fé - porque acreditar que dois homens/duas mulheres podem produzir vida é crer no impossível!

Mas creio que esse tipo de reação, enraivecida e irracional, é típica dos membros do socio-comunismo. Ainda sim, nobre e ilustríssimo deputado, não seja arauto de uma cultura de ódio. O senhor é melhor do que isso!

Um comentário:

Julio Cesar Carneiro disse...

Esse, é o verdadeiro Nero. A sua raiva demonstra o quanto esse senhor, deseja destruir a família, bem como os valores Cristãos. Estamos entrando em um período de grande turbulência. Esse senhor mostra realmente a que veio, para perseguir os Cristãos

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".