Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Sérgio Cabral, desesesperado, manda prender Cabo Daciolo

 

RICARDO GAMA

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Parece que somente ontem a ficha caiu para o Governador Sérgio Cabral, informações repassadas a cúpula da segurança revelaram que é forte a possibilidade de uma greve de policiais e bombeiros, resultado, Cabral fez uma reunião de emergência inclusive com o Ministro da Justiça, e pediu sete mil homens do Exército, conforme a nota abaixo.
Curiosamente, após a reunião, vaza uma gravação para o Jornal Nacional que dizem ter sido editada e manipulada, e Sérgio Cabral manda prender o Cabo Daciolo.
Na gravação revelada com "exclusividade" pelo Jornal Nacional não mostra em nenhum momento o CaboDaciolo cometendo crimes, é óbvio que a prisão dele foi "política", uma forma covarde de Cabral para tentar acabar com a greve.
Agora Sérgio Cabral viola a lei novamente, e manda o cabo Daciolo para o presídio Bangu 1, o que coloca a vida do militar em risco.
A nota abaixo mostra que o Exército não tem os sete mil soldados que Sérgio cabral pediu no Rio de Janeiro, mediante isso seria o FIM de Cabral, provavelmente, em um ato de desespero resolveu arriscar, e mandar prender ilegalmente Daciolo, agora é saber como os policiais e bombeiros do Rio se comportarão com essa medida covarde do governador ?

Agora eu pergunto, por que não dá um reajuste salarial digno para os policiais e bombeiros do Rio?

Reprodução da Revista Veja, coluna Lauro Jardim

Está sendo realizada neste momento uma importante reunião no Palácio Laranjeiras. Sob o comando de Sérgio Cabral, e com a presença das cúpulas da Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro e do Comando Militar do Leste, discute-se um plano de ação para a eventualidade de ser decretada uma greve das polícias Civil e Militar. O ministro José Eduardo Cardozo está sendo esperado para a reunião.

Já ficou decidido que, se a greve vingar, o Exército assume a segurança do estado. O Comandante-Geral daPM, Erir Ribeiro Costa Filho, disse ao Comandante Militar do Leste, general Adriano Pereira, que serão necessários pelo menos 7 000 homens.

Como o efetivo do Exército no Rio de Janeiro não daria conta, serão acionados também militares lotados em Juiz de Fora (MG) e no Espírito Santo.

A assembleia que decidirá se haverá greve está marcada para amanhã, às 18h.

Por Lauro Jardim

Um comentário:

Anônimo disse...

PSOL + Garotinho = Tentaiva de denegrição da imagem política de Sergio cabral! Fiminho velho no fim de tarde isso !!!!

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".