Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

TheAndersonlouis conhece 'ultraje a culto'?




Uploaded by  on Jan 23, 2012
Frisando:

- não me interessa o grupo ao qual pertence, por opção própria e pessoal, o dono do canal aqui no YouTube que segue:http://www.youtube.com/user/TheAndersonlouis. O link do vídeo que é a fonte do trecho está em http://www.youtube.com/watch?v=dqKoj1tTTas;

- não me interessa a "briga" dele com quem quer que seja;

- me interessa apenas que o cidadão seja, no mínimo, conhecido e reconhecido por todos, ABSOLUTAMENTE TODOS, pelas suas próprias palavras e tratamento que ele dispensa à fé alheia;

- gostaria que este vídeo chegasse ao maior número de pessoas e entidades para que, de novo no mínimo, seja analisado por si só: me parece um imenso ULTRAJE AO CULTO da imensa maioria das pessoas neste país. Se assim for, existe uma LEI contra isto;

- gostaria que as entidades cristãs no Canadá pudessem mostrar às autoridades daquele país como um suposto brasileiro atua desde lá. Talvez ele tenha que responder pelo seu comportamento.

Gostaria, por fim, de ler comentários sobre o assunto.

2 comentários:

Adilson J. da Silva disse...

Fico grato por nos ter informado sobre esse vídeo; vou divulgar. Mas quero dizer algo antes. Ao ver esse vídeo fico me perguntando: esse canalha teria a mesma estupidez num país islâmico? Certamente não, pois ele tipifica nada mais que um covarte, e dos piores. Esse pervertido zomba, agride e ultraja o cristianismo de forma tão animalesca que sequer busca reconhecer que só goza de liberdade graças ao alvo de sua sandice! Chegar a tão perversa impiedade e ainda nos acusar de simbolizar o mal é de um sinismo doentio. Ele não ousa fazer isso com símbolos do islamismo, pois certamente sabe que seria caçado até os confins da Terra. Graças a Deus por ti, nosso cavaleiro! Continue nos mantendo informado!

Canal Verdades: vídeos do Cavaleiro do Templo disse...

A coisa toda piora, com outro cidadão que resolveu me "responder" e aprofundar-se na lama: http://www.youtube.com/watch?v=yRBxvGmj2jU

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".