Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Newt Gingrich afirma que só ele pode vencer Obama Pré-candidato republicano obteve vitória inesperada na Carolina do Sul

 

VEJA

22/01/2012 - 21:26

"Posso concorrer ponto a ponto com Obama nos grandes temas", disse Gingrich

"Posso concorrer ponto a ponto com Obama nos grandes temas", disse Gingrich (Eric Thayer / Reuters)

O ex-presidente da Câmara de Representantes dos Estados Unidos Newt Gingrich afirmou no domingo em vários programas televisivos que ele é o único candidato republicano capaz de vencer o presidente Barack Obama em novembro. Gingrich, que na noite do sábado obteve uma inesperada vitória nas primárias republicanas da Carolina do Sul contra o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney, tentou "vender" em vários dos principais programas dominicais sua capacidade de recuperar a Casa Branca nas eleições presidenciais de 6 de novembro.

"Posso concorrer ponto a ponto com Obama nos grandes temas. Existem grandes diferenças", disse Gingrich em declarações à rede CNN. Gingrich afirmou que um duelo entre ele e Obama em novembro seria "muito melhor para os republicanos que a de uma luta entre Romney e Obama".

Ao explicar seu ressurgimento na disputa, Gingrich comparou sua campanha com a do falecido ícone do Partido Republicano Ronald Reagan, que em dezembro de 1979 estava 30 pontos atrás do então presidente democrata Jimmy Carter. Reagan, lembrou Gingrich, conseguiu convencer o eleitorado com suas ideias conservadoras e "o país decidiu que ele tinha razão".

Competição - Em um programa da rede NBC, ele advertiu, em relação à candidatura de Romney, que "a última coisa que os republicanos querem é nomear alguém que vá afundar em setembro", quando o presidente Obama aceitar a candidatura democrata. "Vencer Barack Obama tem que ser a missão número um do Partido Republicano. Um segundo mandato de Barack Obama será um desastre para este país, e eu estou comprometido a vencê-lo", assegurou, apesar de as pesquisas indicarem que a maioria dos republicanos acredita que Romney tem mais chances de vencer Obama.

Segundo Gingrich, a mensagem dos eleitores da Carolina do Sul foi dupla - por um lado, "dor e sofrimento pelo tremendo nível de desemprego" e por, outro, o "nível de raiva" contra o sistema estabelecido. Questionado sobre o ceticismo em relação à sua candidatura, ele repetiu que só ele pode vencer a Obama e que, para as primárias da Flórida no dia 31 de janeiro, os eleitores terão a opção entre Romney, "candidato do establishment", e o "conservadorismo populista de Reagan" que ele representaria.

Conservadorismo - Gingrich levou essa mesma mensagem levou a um programa da rede CBS, no qual disse que só ele tem a experiência, o histórico e a capacidade de "transmitir uma mensagem conservadora com autenticidade". Romney, até então o líder da corrida republicana à nomeação à Casa Branca, é criticado pelos membros mais radicais do partido por ser moderado. Agora, Gingrich, Romney e Santorum competirão ferozmente nas primárias da Flórida. Ron Paul decidiu evitar essas primárias para se concentrar nos caucus (assembleias populares) de outros estados.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".