Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Graça Salgueiro nos avisa: Vídeo com estupro de Ingrid Betancourt é falso

Encaminho artigo especialmente para amigos a quem, mesmo sem ver o filme porque meu computador rejeitava, eu afirmei ser falso, a palavra de quem viu e conhece a empresa de cinema pornô que o realizou.

E como eu disse aos amigos que me enviaram, essa porcaria circulou pela Colômbia logo depois que ela foi libertada mas, até este tipo de "informação", chega ao Brasil com anos de atraso. Também comentei que, de acordo com a nota introdutória sensacionalista brasileira, que alegava de ter sido enviado pelas FARC à família e que fora divulgado pelo próprio filho de Ingrid, que era preciso ser um filho muito desnaturado e canalha para expor a própria mãe em situação tão degradante.

Aos amigos que me descreveram como eram e como estavam vestidos os guerrilheiros, de imediato descartei a possibilidade de ser real, pois nada condizia com os mesmos e expliquei detalhadamente porque afirmava isso.

Bingo pra mim!

Abs
Graça Salgueiro


Vídeo com estupro de Ingrid Betancourt é falso

01/09/2010 11h06 • Redação

O vídeo que circula por e-mail alegando ser o registro da política franco-colombiana Ingrid Betancourt sendo estuprada e sodomisada por guerrilheiros das FARC é falso.

Mesmo "acostumados" a procurar bizarrices para publicar aqui, achamos o conteúdo do vídeo muito pesado. Muito mesmo. Mas mais do que isso, achei estranho um vídeo desses estar circulando pela internet depois de dois anos da libertação de Ingrid.

Na realidade se trata do filme Flies, da produtora Lust and Cross. A produtora é especializada em cenas fortes combinada à baixa qualidade da produção. Cenas em que atrizes pornô interpretam ser estupradas também são comuns nas produções da Lust and Cross.

Não recomendamos nem entrar no site da produtora, mas se você não acredita na gente e quiser comprovar, aí vai o link (Só para maiores de 18 anos).

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".