Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

PT ANUNCIA REUNIÃO PARA ARTICULAR CENSURA À IMPRENSA E TEM O APOIO DA FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS! PARECE PIADA, MAS NÃO É.

BLOG DO ALUÍZIO AMORIM
Sábado, Novembro 19, 2011


É aquilo que eu sempre afirmo aqui no blog: o Brasil é o único país do mundo em que os jornalistas conspiram contra a liberdade de imprensa. E o que é pior: as entidades representativas dos jornalistas são todas a favor da censura à imprensa! A Federação Nacional dos Jornalistas - FENAJ -, aparelho do PT, é destaque nesta reunião que tentará mais uma vez impor o "controle da mídia". Como articulador dessa afronta à liberdade de imprensa, está Franklin Martins, inconformado até hoje por ter sido despedido da TV Globo. Parece piada, mas não é. Esta matéria que reproduzo após este prólogo está no site do deputado federal do PT, Paulo Teixeira. Leiam:
O PT nacional realiza no próximo dia 25 de novembro, sexta-feira, em São Paulo, o seminário: Por  um Novo Marco Regulatório para as Comunicações. Participarão como palestrantes o  jornalista e escritor, Fernando Morais; o jornalista e sociólogo, Venício Lima ; a Secretária nacional de Comunicação da CUT, Rosane Bertotti; o sociólogo e jornalista, Laurindo Lalo Leal Filho.
Também será palestrante no seminário o jornalista político e ex- ministro da Comunicação Social, Franklin Martins  (2007-2010); Dennis Oliveira,  professor da ECA-USP; Celso Schröeder, da coordenação executiva do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação e presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e Sergio Amadeu, sociólogo e Doutor em Ciência Política pela USP.
Outros nomes confirmados para o evento são os de Renato Rovai, jornalista, editor da revista Fórum, e João Brant, mestre em Regulação e Políticas de Comunicação e membro da coordenação executiva do Intervozes.
O seminário terá espaço para que todas as entidades convidadas possam se pronunciar sobre o que esperam do PT e de seus governos.
A mesa de abertura do evento será composta pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão; pelo secretário nacional de Comunicação do PT, deputado  André Vargas (PR); pelo presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), pelo líderes das bancadas do PT na Câmara,  Paulo Teixeira (SP), e no Senado, Humberto Costa (PE), respectivamente.
O seminário acontece no Hotel Braston, salão Topázio, Piso C, Rua Martins Fontes, 330, Centro de São Paulo.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".