Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

POLÍCIA FEDERAL JÁ!!! PANFLETO ELETRÔNICO AMEAÇA MACONHEIROS DA USP E EXALTA MORTE DE HERZOG. É UMA TRAMÓIA PARA CRIMINALIZAR NÃO-ESQUERDISTAS. COMENTÁRIO DA DIREÇÃO ILEGÍTIMA DO DCE É PÍFIO! AUTORES TÊM DE IR PARA A CADEIA

REINALDO AZEVEDO
19/11/2011 às 6:05


Criou-se um primeiro factóide na USP: um representante da única chapa não-esquerdista estaria andando armado. É mentira! Agora surgem panfletos abjetos ameaçando maconheiros, assinados pelo “CCC” — Comando de Caça aos Comunistas, um grupo inexistente hoje em dia. O material traz a foto de skinheads e do corpo do jornalista Vladimir Herzog, cuja morte é tratada com ironia. Evidentemente, o troço já se espalhou pelas redes sociais. O objetivo é associar esse panfleto criminoso à “direita”.
panfletoA chapa “Reação” já avisou que vai acionar a Polícia Federal. Aliás, a PF pode e deve agir por conta própria. Ainda que houvesse uma extrema direita organizada, defendendo essa pauta, não seria tão estúpida a ponto de espalhar um material tão nojento. Essa é a tática Odorico Paraguaçu, da novela “O Bem-Amado”, de Dias Gomes. Quando Odorico queria empastelar o jornal da oposição ou perseguir seus adversários, mandava ele próprio pichar nas paredes: “Odorico é ladrão!”
Há estudos sobre esses grupos de skinheads. Costumam ser compostos de rapazes pobres, da periferia, com um notável grau de truculência e ignorância. Nem por isso merecem outro lugar que não a cadeia. A maioria não tem nem idéia de quem foi Vladimir Herzog. É justamente a exploração asquerosa da imagem do corpo do jornalista, assassinado no dia 25 de outubro de 1975 nas dependências do DOI-CODI, que indica a tentativa de ideologizar o confronto da USP, como se a luta contra as esquerdas delirantes fosse coisa da extrema direita, que defende tortura e mortes. Os que se opõem à pauta dos esquerdistas seriam, então, ligados a essa escória. Uma ova! Comunistas são especialistas em morte, como todo mundo sabe.
Não gostei da reação de Renan Teodoro, diretor do DCE. Foi fraca, burocrática. Leiam o que disse ao G1: “Não vimos nenhum (panfleto) no campus até o momento, mas se houver algum partiu de um grupo extremamente minoritário na USP”. Classificou o material de “mau gosto” e “quase infantil”. E emendou:“Evidentemente que preocupa esse tipo de intolerância, até mesmo na cidade. Temos o exemplo dos meninos da Paulista que foram agredidos com lâmpadas fluorescentes”.
“Quase infantil”??? Que idéia este rapaz faz das crianças? Quase infantil uma ova! Isso é coisa de criminosos. Aliás, fico sabendo agora, essa barbaridade foi usada na assembléia vigarista de ontem, que decidiu dar o golpe no DCE.
É uma reação muito fria para um diretor do DCE, mesmo uma direção que passará a ser ilegítima a partir do dia 22.
EU ACHO A COISA MAIS GRAVE DO QUE ISSO! NÃO É PARA SER TRATADA ASSIM, NÃO, COMO SE NÃO TIVESSE IMPORTÂNCIA. TEM DE ACIONAR A POLÍCIA FEDERAL.
EU QUERO OS AUTORES DESSA NOJEIRA NA CADEIA!
Não sei por quê, mas intuo que a canalha que fez isso aí é a mesma que está ameaçando quebrar a minha cara!
Quem é essa gente? QUE A POLÍCIA FEDERAL ENTRE EM CAMPO IMEDIATAMENTE!
PS: Imaginem um bando de carecas de subúrbio desfilando na USP, caçando maconheiros… Será que passariam despercebidos? Tenham paciência!!! Haveria o risco de o esquerdismo fashion morrer de susto… estético! Afinal, por ali, fascistas que ameaçam os outros vestem GAP e Diesel.
Texto originalmente publicado às 22h54 desta sexta
Por Reinaldo Azevedo

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".