Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

50 ex-astronautas e cientistas condenam facciocismo da NASA pelo aquecimento global

 

VERDE: A COR NOVA DO COMUNISMO

domingo, 3 de junho de 2012

 

Buzz Aldrin, esquerda, e Walt Cunningham,  astronautas das missões Apollo 11 e 7, em Cape Canaveral,  Florida, desaprovam facciocismo alarmista na NASA

Buzz Aldrin, esquerda, e Walt Cunningham,
astronautas das missões Apollo 11 e 7, em Cape Canaveral,
Florida, desaprovam facciocismo alarmista na NASA

Cerca de 50 de ex-astronautas e cientistas da NASA – inclusive um dos ex-chefes do famosíssimoJohnson Space Center – denunciaram que o organismo optou pelo lado errado da ciência mudando o rumo e talvez arruinando a reputação da maior agência espacial do mundo, informou o diário “The Washington Examiner”  .
A atual direção da NASA assumiu a militância em favor das não demonstradas “mudanças climáticas”.
Em carta pública a Charles Bolden, administrador do órgão, os ex-astronautas e dezenas de antigos executivos da NASA pediram à agência para que “se refreie na hora de publicar na mídia observações não demonstradas” em apoio do “aquecimento global”.

“Achamos inapropriado que a NASA assuma a advocacia de uma posição extremada previamente a um consciencioso estudo do impacto generalizado do clima natural” – escreveram. “O risco é danificar a reputação exemplar da NASA, o prestígio de seus atuais cientistas e empregados e até a reputação da própria ciência”.

A carta foi assinada por sete astronautas de missões Apollo, diversos cientistas e um diretor do programa das Shuttle.
No documento, o grupo diz que os dados colhidos, relativos a milhares de anos, contestam as reivindicações modernas de que o CO2 provoca a mudança do clima.

Para 50 astronautas e cientistas como B. Aldrin e W. Cunningham,  vai contra a ciência falar pelo aquecimento global

Para 50 astronautas e cientistas como B. Aldrin e W. Cunningham,
vai contra a ciência falar pelo aquecimento global

“Posto que hácentenas de famosos climatólogos e dezenas de milhares de outros cientistas que declaram não acreditar nas previsões catastrofistasprovenientes especialmente doGoddard Institute for Space Studiesda NASA, fica claro que não se tem chegado a um conhecimento certo”, acrescentam.


O site da NASA está cheio de artigos sobre o impacto das mudanças climáticas na Terra, nos animais e nos ecossistemas. E a maioria dos funcionários acompanha a posição oficial do órgão.
A polêmica desbragada contra o CO2 como sendo a maior causa das mudanças climáticas contraria a história da NASA, baseada sempre em estudar objetivamente todos os dados científicos disponíveis antes de tomar decisões ou fazer declarações públicas”, dizem ainda os cientistas.

Leighton Steward, porta-voz do grupo, apresentou o documento dizendo: “Estes heróis americanos, astronautas que conquistaram o espaço, cientistas e engenheiros que os puseram lá, têm o direito de criticar a apologia por parte da NASA de uma posição extremada e sem fundamento”.

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".