Loja OLAVETTES: produtos Olavo de Carvalho

Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro concede Medalha Tiradentes a Olavo de Carvalho. Aqui.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

MENSALÃO EXPLODE NAS REDES SOCIAIS. MILHÕES DE PESSOAS SÃO ENVOLVIDAS NO DEBATE DO MAIOR ESCÂNCALO DA REPÚBLICA!

 

BLOG DO ALUIZIO AMORIM

segunda-feira, agosto 06, 2012

 

Na internet, a população está atenta ao caso do mensalão no Supremo, e o assunto ganhou as redes sociais.

Esta é a segunda vez que uma instituição do Poder Judiciário entra na lista de assuntos mais comentados entre os seguidores do Twitter.

A primeira foi no julgamento da limitação dos poderes do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) pelo mesmo STF, quando a palavra-chave #CNJ foi um dos termos mais repetidos no Twitter.

Alguns dados dão ideia dessa repercussão. Segundo a ferramenta Google Trends, o número de buscas no Google relacionadas ao mensalão ultrapassou às ligadas à novela "Avenida Brasil" no dia 29 de julho e, na última sexta, era quatro vezes maior.

Mas nenhum desses dois assuntos superou a Olimpíada de Londres, que motivou cinco vezes mais buscas no Google do que o mensalão no primeiro dia do julgamento.

O caso de corrupção, aliás, teve um pico de buscas no início de agosto de 2005 que é 40 vezes maior que o alcançado na semana passada.

Os números no Twitter são impressionantes. Foram 61.325 mensagens sobre o mensalão, escritas por mais de 23 mil pessoas -só no primeiro dia do julgamento.

Essas mensagens alcançaram 14,3 milhões de pessoas diferentes. As mais de 60 mil mensagens somadas alcançaram quase 300 milhões de exibições. Para efeito de comparação, a audiência média dos quatro principais telejornais noturnos na Grande São Paulo é de 9 milhões de espectadores, segundo o Ibope.

A repercussão do julgamento também foi maior do que a da novela "Avenida Brasil" no Twitter nesta sexta, segundo a ferramenta de medição da Topsy, que conta "tuítes" que são repassados ou que contêm um link).

A média diária de menções ao mensalão em posts é maior que a da novela desde a última terça. Nem no dia de sua abertura a Olímpiada de Londres havia vencido Nina e Carminha no Twitter.

No seu momento mais comentado na sexta (no início da tarde), o mensalão tinha em média 1.200 posts. Já a novela alcançou cerca de 900 durante a noite.

Mas as 10 mil menções que o mensalão atingiu sexta sequer chegam perto das mais de 26 mil que ecoaram pela rede social, em apenas um dia, após a reviravolta de Nina na novela, em 23 de julho.

O Twitter é um espaço relevante, mas isso não significa que o cidadão comum está sendo mais ouvido que antes.

Mais de 50% das quase 300 milhões de exibições de mensagens sobre o mensalão foram produzidas por apenas 17 usuários -dos quais apenas 4 não se identificam como sites de notícias tradicionais. Desses, dois são celebridades com muitos seguidores.

Todavia, examinando os números percebe-se que a segunda palavra-chave mais usada no dia (com 22 milhões de aparições) sequer aparece nas postagens dos grandes meios. Trata-se da expressão #ConfioNoSTF. Já #mensalão ficou com 33 milhões.

A mídia ainda exerce influência, mas é obrigada a fazê-lo fora de seus meios tradicionais. Ao que parece, a sociedade da informação está atenta e confia no Supremo. Da Folha de S. Paulo desta segunda-feira

Nenhum comentário:

wibiya widget

A teoria marxista da “ideologia de classe” não tem pé nem cabeça. Ou a ideologia do sujeito traduz necessariamente os interesses da classe a que ele pertence, ou ele está livre para tornar-se advogado de alguma outra classe. Na primeira hipótese, jamais surgiria um comunista entre os burgueses e Karl Marx jamais teria sido Karl Marx. Na segunda, não há vínculo entre a ideologia e a condição social do indivíduo e não há portanto ideologia de classe: há apenas a ideologia pessoal que cada um atribui à classe com que simpatiza, construindo depois, por mera inversão dessa fantasia, a suposta ideologia da classe adversária. Uma teoria que pode ser demolida em sete linhas não vale cinco, mas com base nela já se matou tanta gente, já se destruiu tanto patrimônio da humanidade e sobretudo já se gastou tanto dinheiro em subsídios universitários, que é preciso continuar a fingir que se acredita nela, para não admitir o vexame. Olavo de Carvalho, íntegra aqui.
"Para conseguir sua maturidade o homem necessita de um certo equilíbrio entre estas três coisas: talento, educação e experiência." (De civ Dei 11,25)
Cuidado com seus pensamentos: eles se transformam em palavras. Cuidado com suas palavras: elas se transformam em ação. Cuidado com suas ações: elas se transformam em hábitos. Cuidado com seus atos: eles moldam seu caráter.
Cuidado com seu caráter: ele controla seu destino.
A perversão da retórica, que falseia a lógica e os fatos para vencer o adversário em luta desleal, denomina-se erística. Se a retórica apenas simplifica e embeleza os argumentos para torná-los atraentes, a erística vai além: embeleza com falsos atrativos a falta de argumentos.
‎"O que me leva ao conservadorismo é a pesquisa e a investigação da realidade. Como eu não gosto de futebol, não gosto de pagode, não gosto de axé music, não gosto de carnaval, não fumo maconha e considero o PT ilegal, posso dizer que não me considero brasileiro - ao contrário da maioria desses estúpidos que conheço, que afirma ter orgulho disso". (José Octavio Dettmann)
" Platão já observava que a degradação moral da sociedade não chega ao seu ponto mais abjeto quando as virtudes desapareceram do cenário público, mas quando a própria capacidade de concebê-las se extinguiu nas almas da geração mais nova. " Citação de Olavo de Carvalho em "Virtudes nacionais".